Pular para o conteúdo

Programação de Natal inicia nesta quinta-feira na Assembleia Legislativa de Roraima

Cerca de 700 crianças e adolescentes do programa Abrindo Caminhos estão envolvidos na abertura do Natal da Assembleia Legislativa de Roraima. A abertura da programação será realizada nesta quinta-feira (5), 19h30, em frente ao prédio do Poder Legislativo, localizado na praça do Centro Cívico. O evento é aberto ao público e contará com apresentações culturais, acendimento da decoração e chegada do Papai Noel.

Na noite desta terça-feira (3) os alunos fizeram os últimos ajustes antes da apresentação. Além do Coral, haverá ainda apresentação das turmas de Teatro, Balé e Jazz. Durante o mês de dezembro, o Coral fará outras apresentações, como dia 18, na UFRR (Universidade Federal de Roraima) e no dia 23, no Natal em Família, no campo Rei Pelé, bairro Silvio Botelho, onde será o ápice da programação, marcada por uma ceia coletiva.

A aluna Samara Araújo estava agitada no ensaio geral. Mesmo com outras apresentações na bagagem, esta será a primeira vez que a menina, de 10 anos, mostrará seu talento para muitas pessoas, inclusive com o canto solo no palco. “Meu coração está acelerado porque estou muito feliz, animada. Eu nunca estive diante de muitas pessoas”.

O coral levará ao público músicas natalinas interpretadas por, aproximadamente, 100 crianças e adolescentes do programa Abrindo Caminhos. Segundo a maestrina Kastorijane Oliveira, os ensaios para as apresentações de fim de ano iniciaram neste segundo semestre. “Vão emocionar todos os presentes”, garantiu.

Despedida

A experiência na participação do Natal em Família em 2017 faz com que a Brenda Gama, de 17 anos, destaque a importância do foco e da mudança de vida após as apresentações. “Antigamente eu era muito tímida, hoje eu canto mais”. Aos mais novos no Coral ela dá o recado: “Falo para eles que será experiência única, aproveitar a oportunidade e arrebentar”.

Brenda encerrará sua participação no programa Abrindo Caminhos por já ter completado a idade limite para permanência na instituição. “Meu coração fica partido porque é meu último ano. O programa vai ficar, outras pessoas vão participar”.

Já para outros, esta será a primeira vez cantar para um público aberto. Para outros, a experiência ajuda a controlar a ansiedade e o nervosismo dos demais. “Mas cada apresentação dá um frio na barriga”, complementa a diretora do programa Abrindo Caminhos, Viviane Lima.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: H. Emiliano

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Arquivos

banner assembleia 125x125

Notícias Relacionadas