Foi sancionada nesta quinta-feira (23), a lei que cria o programa Renda Cidadã, programa do Governo do Estado para fornecer auxílio mensal de R$ 200,00 por um ano para famílias de baixa renda. O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier (SD), participou da solenidade e se comprometeu a garantir recursos para prorrogar o auxílio e beneficiar mais famílias.

Durante discurso, o parlamentar ressaltou o compromisso de contribuir no Orçamento 2021, e pontuou que em momentos de crises como a vivenciada atualmente, os representantes da sociedade precisam trabalhar juntos por aqueles que mais precisam.

“No fim do ano, secretária Tânia [Vasconcelos], a Assembleia Legislativa será generosa no Orçamento para a Setrabes [Secretaria Estadual do Trabalho e Bem Estar Social]”, disse, ao justificar que a intenção é que mais pessoas sejam atendidas no próximo ano.

O programa de transferência de renda será desenvolvido pela Setrabes e pretende atender 3 mil famílias que vivem em extrema pobreza e não recebem nenhum tipo de benefício social.

“O Renda Cidadã vai proporcionar mais dignidade às famílias de Roraima, uma vez que não será apenas um auxílio financeiro para aquisição de alimentos, mas também um meio para proporcionar capacitação”, destacou Jalser Renier, considerando que um dos requisitos para receber o auxílio é realizar cursos profissionalizantes.

O líder da Base Governista na Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Cabral (MDB), ressaltou que esta assinatura é a representação da união entre os Poderes. “São mais de 3 mil famílias que vão receber o benefício, cartão em casa, sem filas e sem aglomerações e esse projeto foi aprovado a quatro mãos, entre Executivo e Legislativo”.

Também participaram da cerimônia a deputada Betânia Almeida (PV) e os deputados Gabriel Picanço (Republicanos) e Jeferson Alves (PTB).

Renda Cidadã

Para participar do Renda Cidadã, o cidadão precisa se registrar no CadÚnico (Cadastro Único) do Governo Federal. As pessoas com algum tipo de benefício ou auxilio governamental não serão abrangidas. Segundo o governador Antonio Denarium (sem partido) haverá fiscalização. “A Setrabes realizará visitas em domicilio”. O cadastro será feito na Setrabes, Casa do Cidadão e pela internet.

De acordo com a secretária do Trabalho e Bem Estar Social, Tânia Vasconcelos, em média as famílias possuem cinco moradores e, dessa forma, o benefício atenderá até 15 mil pessoas. “O Renda Cidadã é uma política pública de enfrentamento à fome e a insegurança alimentar e nutricional”.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Tiago Orihuela

SupCom ALE-RR