Para resguardar a saúde e a segurança de servidores e colaboradores, as atividades presenciais da Assembleia Legislativa de Roraima estão suspensas. Porém trabalhadores de prontidão, seja em teletrabalho ou trabalho semipresencial, garantem que atividades do Poder Legislativo continuem.

Pela primeira vez na história da Assembleia Legislativa, as sessões e reuniões de comissões ocorrem de maneira virtual. Dos parlamentares, somente quem preside a reunião ou sessão está presente no Plenário Noêmia Bastos Amazonas.  Mas para que este trabalho se concretize, é necessário o empenho de servidores como a gerente de Assistência às Comissões, Mirele Salvadori.

Ela é uma das responsáveis por organizar os documentos a serem apreciados pelos parlamentares durante as sessões remotas. “O Legislativo não pode parar. Tudo é novo pra gente e é muito bacana porque aprendo muitas coisas que não são iguais a uma atividade presencial”. Ela agradeceu o apoio dos colegas de setor que a auxiliam mesmo em teletrabalho. “Temos uma equipe que prepara todo suporte na questão dos pareceres e que me ajudam de casa”.

Já Eliane Galvão presta serviços de limpeza na Assembleia Legislativa. Manter um ambiente limpo ajuda a afastar as possibilidades de proliferação de doenças, mas além de ajudar a organizar o espaço, ela se sente grata em poder trabalhar neste momento. “Creio que vai passar esse momento em breve e espero que todos retornem ao trabalho”, disse.

Defesa do Consumidor

Do Legislativo às relações de compra, Neto Trajano trabalha no Procon Assembleia, que neste período de isolamento social oferece atendimento pelo telefone 98401-9465. De casa, ele fica alerta para atender às demandas dos servidores com a mesma prontidão que em um atendimento presencial. “Tivemos que nos adaptar em uma nova realidade tomando cuidados para que possamos dar segmento ao trabalho do Procon, pois sabemos que cada atendimento realizado aqui é muito importante e pode mudar a vida de alguém”.

Proteção à Mulher

Outro serviço em continuidade é o Zap Chame, ferramenta virtual de apoio à mulher vítima de violência doméstica, da Procuradoria Especial da Mulher. Pelo telefone 98402-0502 às vítimas podem buscar orientação sobre atendimentos neste período de pandemia. Por trás de cada atendimento tem uma plantonista à disposição 24 horas por dia, como a advogada Thayana França. “Nesse atendimento, a gente coloca em prática a questão da empatia e da sororidade. É muito gratificante no final dos atendimentos, você receber mensagens de gratidão de vítimas que conseguiram, com a sua ajuda, romper o ciclo da violência”.

 

Informação

Cientes do seu papel social e da importância de ajudar no trabalho de prevenção do Covid-19, a TV Assembleia, canal 57.3, alterou sua rotina para manter a população informada. A jornalista Gabriela Nogueira atua como produtora e pontuou que os trabalhadores da imprensa também tiveram de se adaptar a este momento de pandemia, momento em que até mesmo o formato de reportagem mudou, ao ponto de os próprios entrevistados gravarem suas entrevistas e enviarem o material pela internet.

Além da preocupação com a qualidade do material, outras cautelas são adotadas pelos profissionais e entrevistados. Por isso, a TV Assembleia adotou a utilização de dois microfones, ambos higienizados com álcool isopropílico 70%, o uso de máscara e o distanciamento. “A gente pode contribuir com a sociedade levando a informação correta como a forma de prevenção, quando procurar serviço médico. Nosso trabalho é essencial.”, pontuou Gabriela.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Arquivo

SupCom ALE-RR