Mais de sete meses sem aulas presenciais e os professores do programa Abrindo Caminhos continuam nas atividades remotas, para atender as crianças e adolescentes matriculados em casa. Neste período de aula virtual, o desenvolvimento da aluna Mayle Ferreira, de 12 anos, chamou a atenção. Por isso ela foi convidada a treinar presencialmente na sede do programa, uma vez por semana, para incentivar outros alunos a se tornarem mais presentes e participativos nas atividades.

No treino, Mayle é focada e atende com precisão aos comandos do professor. Sem sair de casa, no bairro Buritis, ela se dedicou mais a aprender o esporte e a filosofia propostos pelo karatê. “Está sendo muito legal, estou aprendendo muitas coisas, aprendendo a me defender se acontecer alguma coisa de mal comigo”, justifica a adolescente.

A mãe, Marinete Lopes, acompanha o esforço da filha de perto e agradeceu pelo convite feito a filha. “Ela sempre fez balé, mas falou que sentia vontade em praticar karatê e ficava em casa, praticava pouco e nada melhor com profissional mesmo”, frisa.

Este foi o primeiro ano, desde 2016, que o programa Abrindo Caminhos ofertou o karatê em Boa Vista, com 150 inscritos. Antes a modalidade ocorria no Núcleo da Assembleia Legislativa em Iracema, a 93 quilômetros da capital. Durante a pandemia, as aulas são gravadas uma vez por semana, e às quintas-feiras o professor Elifas Neves disponibiliza o conteúdo na página do Youtube e nos grupos de WhatsApp da modalidade.

Conforme o professor, mesmo com o pouco contato presencial, ele elaborou propostas para manter a turma conectada. “Nós tivemos que buscar outra forma de levar o karatê para essas crianças e a maneira foram as redes sociais. Criei meu próprio canal no Youtube e eu gravo aula para que na quinta eles tenham acesso e possam tirar dúvidas”, destaca.

Mesmo com o distanciamento, a participação de Mayle nas atividades foi destaque. “Uma das alunas mais aplicadas, foi uma das alunas que demonstrou interesse no grupo e assistindo as aulas virtuais”. Os encontros ocorrem às quintas-feiras, no turno da tarde.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR