Pular para o conteúdo

Gabriel Picanço relata dificuldades enfrentadas pela população do interior devido à constantes quedas de energia

Durante a sessão plenária desta quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), o deputado Gabriel Picanço (PRT), chamou a atenção para os transtornos causados pela interrupção do fornecimento de energia elétrica no Estado, principalmente com relação ao desabastecimento de água nos municípios do interior.

Segundo dados apresentados pelo parlamentar, um estudo realizado pela Companhia de Águas e Esgotos de Roraima (Caer), apontou que no mês de abril o fornecimento de água ficou suspenso por pelo menos 135 horas, somando mais de cinco dias de paralisação, em razão das quedas de energia em localidades do interior do Estado. Isso ocorre devido a necessidade de eletricidade para o funcionamento das bombas que fazem parte do sistema de abastecimento.

De acordo com o deputado, além da falta de água, as constantes quedas de energia causam danos materiais a população que constantemente faz queixas em relação a queima de equipamentos e eletrodomésticos. “O mês de abril foi o que mais tivemos quedas de energia. Por cinco dias parte da nossa população ficou sem energia e consequentemente sem água”, salientou.

O Amajari foi o local que mais teve interrupções de energia, o que acarretou para a população da sede do município, e das vilas do Tepequém, Trairão e Bom Jesus, um total de 39 horas sem água, segundo o parlamentar. Além disso, regiões do Cantá, Caroebe, Caracaraí, São João da Baliza, São Luiz do Anauá, Normandia e  Alto Alegre, também enfrentam períodos sem fornecimento de água, conforme os dados apresentados.

Gabriel Picanço lembrou que desde 2011, a pauta de melhorias da questão energética do Estado, é discutida entre as autoridades e indígenas. “Infelizmente essa questão ainda não foi resolvida durante esses dez anos de impasse. Em todas as comunidades que vamos as pessoas solicitam energia de qualidade”, ressaltou.

Manutenção nas estradas

Ainda durante o pronunciamento, o deputado solicitou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a realização de melhorias nas estradas de Roraima que constantemente apresentam problemas. “A BR-174 apresenta diversos buracos e até o final do inverno estará intrafegável. Caso necessário o DNIT deve solicitar verbas ao Governo Federal para a execução das melhorias”, finalizou.

Texto: Bruna Gomes

Foto: Jader Souza

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0