Pular para o conteúdo

ALE-RR transmite aulão preparatório para concurso da Secretaria de Educação

A Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), por meio da Escola do Legislativo (Escolegis) exibiu, nesta sexta-feira (25), a quarta edição do aulão preparatório com os conteúdos programáticos para o concurso público da Secretaria de Estado da Educação e Desportos (SEED).

As aulas foram realizadas de forma on-line e gratuita, com início às 14h até às 17h. Os temas discutidos e exibidos através de slides pontuaram noções de Português, do Regimento Jurídico dos Servidores Públicos Civis do Estado de Roraima (Lei Complementar nº 053/2001) e da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB – 9.394/1996).

A nova modalidade da educação on-line pela Escolegis ampliou o alcance e tornou mais acessível aos concurseiros, os vários temas que são abordados em concursos públicos no Estado, conforme destacou a presidente da Escola do Legislativo, deputada Catarina Guerra (SD), que participou ao vivo da apresentação das aulas.

“A Escolegis comemorou 18 anos, mas quem ganha é a sociedade, que nos solicita e nos procura para pedir ajuda, e prontamente, atendemos os pedidos da melhor maneira possível. Esse foi o quarto aulão de muitos outros que virão pela frente. O concurso da SEED está aí, pronto para sair do forno e estamos aqui dando essa mão amiga, esse suporte, com o apoio de vários professores gabaritados que estão aqui ensinando e passando várias dicas importantes. A Escolegis sempre tem novidades e quer ajudar a todos”, ponderou.

A diretora–geral da Escolegis, Fabíola Chaves também apresentou o aulão e afirmou que, na quarta edição, dá continuidade aos trabalhos do órgão, oferecendo programas e ações voltados para formação de cidadãos. “Estas aulas não vão só auxiliar os candidatos no momento da prova, mas vão formar cidadãos para a vida. Esse é nosso papel e fico feliz em saber que estamos atingindo um público que necessita desse material”, ressaltou.

CONTEÚDOS

A primeira aula foi da professora Gislayne de Deus, que é advogada e apresentou um dos principais assuntos cobrados em concursos públicos, o regime jurídico da Lei Complementar 053/01, abordou os assuntos mais recorrentes e corrigiu exercícios de provas anteriores. A professora participou pela primeira vez da experiência do aulão ao vivo e garantiu que a iniciativa da Escolegis possibilita uma transformação social. “É um trabalho social muito importante e que muda vidas. E para mim, foi uma experiência maravilhosa. Fico muito feliz em poder contribuir com o pouco de conhecimento que tenho para esse concurso dos professores. Sei que é um conteúdo difícil, sempre gera mais dúvida. Espero ter realmente ajudado”, afirmou.

A segunda aula, de Português, trouxe dicas importantes sobre conotação e denotação, figuras de linguagem e classes gramaticais, temas recorrentes em concursos públicos. Segundo a professora, Giselle Bispo, o ideal é estudar os conteúdos do edital à risca para não ser pego de surpresa. “Gramática cai em todas as provas de concurso público e o candidato precisa estar preparado. As pegadinhas são muito comuns e pode ser fatal para quem não estiver com o conteúdo na ponta da língua”, adverte. Giselle participa pela terceira vez do aulão e garante que já viu muitos alunos aprovados em concursos no Estado.

O último tema abordado, versou sobre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e foi apresentado pelo professor Gibton Pereira. Ele fez uma contextualização histórica da Lei e um apanhado sobre os principais tópicos dessa legislação.

CONCURSO

O Governo de Roraima assinou contrato com o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) para a realização do concurso da SEED, que ofertará 650 vagas para o cargo de Professor de Educação Básica. Além disso, o Instituto de Desenvolvimento Educacional Cultural e Assistência Nacional (Idecan) foi escolhido como banca organizadora do concurso público que ofertará 1.000 vagas para o cargo de professores indígenas.

O evento foi transmitido ao vivo pela TV Assembleia (canal 57.3), pelo site al.rr.leg.br e pelas plataformas digitais, YouTube e Facebook (@assembleiarr).

Texto: Kátia Bezerra
Foto: Eduardo Andrade
SupCom ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0