As cerca de 90 vozes das crianças que compõem o coral do Abrindo Caminhos, programa da Assembleia Legislativa, participaram do encerramento das atividades artísticas da UFRR (Universidade Federal de Roraima), na noite desta quarta-feira (18), no auditório do CAF (Centro Amazônico de Fronteiras). Em dois blocos de apresentações, o repertório escolhido foi composto por músicas populares brasileiras (MPB) e natalinas.

Junto com o Coral Madrigal da UFRR, o grupo de coralistas do Abrindo Caminhos cantou The Lions Sleeps Tonight, do Rei Leão. Veterana nas apresentações, a aluna Samara Araújo, de 10 anos, compartilhou a empolgação de subir ao palco com um coral de adultos. “Eu estou bem feliz e animada. É muito divertido e não dá muito nervosismo porque já sou acostumada”. Ainda durante o evento a menina solou a música “Glória nas Altura”, que celebra o nascimento de Jesus.

Enquanto uns estão acostumados em cantar para um público expressivo, outros iniciam nesta caminhada este ano. É o caso de Ana Clara Oliveira, de 11 anos. Apaixonada por cantar, ela confessa que o Natal é uma das épocas preferidas para ela. Por isso, a música “Vem que está chegando o Natal” é uma das suas preferidas. “Eu adoro cantar e sempre quis fazer aula de canto. Esse ano foi muito legal porque eu aprendi muito e ensaiei muitas músicas.”

Acompanhando a turma durante o ano, a professora e regente do coral, Kastorijane Oliveira, explica que as apresentações de dezembro são as mais esperadas pela garotada. “As crianças evoluíram muito, seja na autoestima, na postura no palco, na voz. Muitas se revelaram solistas, um talento a mais”.

Essa parceria com o Coral Madrigal já ocorreu em 2017, quando o programa fez uma apresentação especial no aniversário de 28 anos da instituição. E quando a experiência é boa, geralmente, a vontade é de repetir. Assim, a coordenadora das ações culturais da UFRR, Flávia Ávila, decidiu refazer o convite. “É um programa que contribui muito para o desenvolvimento da cultura na comunidade. E a universidade tem muito prazer em apoiar esse tipo de iniciativa”.

A programação contou ainda com o lançamento do documentário “União Operária: Histórias e Memórias” e participação do Grupo de Câmara.

Texto: Bárbara Araújo

Foto: H. Emiliano

SupCom ALE-RR