Pela primeira vez, o Procon Assembleia orienta blocos de Carnaval que pretendem sair na avenida este ano. A intenção do órgão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa é garantir a execução dos serviços vendidos pelos grupos a clientes e evitar futuros problemas.

A primeira reunião ocorreu nesta quarta-feira (12) com representantes dos blocos “Cê tá dentro deixa” e “Arraiá Elétrico”. Ainda nesta semana, os blocos “da Felicidade” e “Canaimé” receberão informações técnicas do Procon Assembleia.

A venda deste tipo de serviço exige cuidados, assim como outros evento de lazer. O advogado do Procon Assembleia, Samuel Weber destaca para o cumprimento de toda a propaganda feita pelos empresários, ou seja, os promotores do evento têm que cumprir o que prometerem. “O folião é um consumidor naquele momento. Estamos inovando esse ano fazendo essas blitzes educativas, sendo bem recebidos, eles gostam das orientações”.

Com o intuito de reunir cerca de 350 brincantes na rua para a folia, a presidente do bloco “Cê tá dentro deixa” enfatizou que esta é a primeira vez, desde a criação do grupo em 2017, que um órgão de defesa do consumidor participa do processo e garantiu seguir todas as recomendações.

“Trabalhamos com pessoas, com foliões, e temos que ter esse cuidado bem grande na hora da brincadeira. Teremos a corda para separar os foliões dos demais que estão fora e vamos ter segurança na parte interna”, contou. Além da música e da alegria, a segurança será um dos itens principais oferecidos a quem escolher o bloco, acrescentou Lidiane.

Procon Responde

Na ação do Procon Responde na rua Sólon Rodrigues Pessoa, especificamente na área comercial do bairro Pintolândia, zona Oeste, técnicos do Procon Assembleia estiveram à disposição para tirar dúvidas de consumidores e lojistas nesta quarta-feira. Nesta época do ano, em que muitas pessoas saem as ruas para comprar fantasias e acessórios, a orientação é observar bem o produto antes de levá-lo para casa.

A dica do advogado do Procon Assembleia, Josimar Batista, para este carnaval é: verificar se o produto está inteiro e conservado; conhecer a política de troca da loja, pois a troca não é obrigatória se o produto não apresentar defeito; e, se a compra for pela internet, conhecer a legitimidade do site e lembrar que o consumidor tem até sete dias para o arrependimento.

Dúvidas? O Procon Assembleia atende a população de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na rua Agnelo Bittencourt, nº 232, no Centro de Boa Vista. O contato pode ser feito ainda pelo telefone 4009-4826.

 

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Jader Souza

SupCom ALE-RR