Pular para o conteúdo

PROFESSOR INDÍGENA
Escola do Legislativo inicia aulas on-line para preparatório do concurso da Educação

Planejamento, cronograma de disciplina, ambiente confortável, estudo de qualidade e constante fazem diferença para quem estuda em casa para concurso público e/ou vestibulares. Essas são as dicas do professor de raciocínio lógico da Escolegis (Escola do Legislativo), Jardel Sousa.

Ele ministra a disciplina no preparatório on-line e gratuito para o concurso público de professor indígena da Secretaria de Estado da Educação e Desportos (Seed) iniciada na unidade de ensino na quinta-feira (13). Para Sousa, o planejamento é a palavra de ordem para quem estuda em casa e deseja garantir uma das mil vagas em disputa.

 

“Primeiramente, o aluno precisa construir um planejamento de estudo, fazer um cronograma com os conteúdos que vai estudar por dia. Então, por exemplo, se tem três horas disponíveis, que ele disponha de 30 minutos para cada disciplina, com um intervalinho de 10 minutos entre elas”, disse. 

 

 

 

Não é a quantidade de horas disponíveis, mas sim a qualidade do estudo que o concurseiro deve priorizar.

“É comum ouvir que alguns alunos estudam treze horas por dia. Mas sempre recomendamos um estudo de qualidade e não de quantidade. Não importa quantas horas você passa estudando, o importante é o planejamento e se consegue compreender e tirar suas dúvidas. Até porque a nossa capacidade de aprendizagem é limitada, então não é preciso que se force tanto”, afirmou o professor.

Além disso, a disciplina e a constância influem no processo e são determinantes na absorção dos conteúdos. “Isso é relevante, porque aos poucos você vai construindo seu conhecimento. É com afinco que se ganha ritmo e o estudo vai sendo mais prazeroso com mais velocidade na aprendizagem”, acrescentou Sousa.

Após definir o cronograma de estudos, de acordo com o tempo disponível e as disciplinas do edital, quem se prepara em casa deve escolher um ambiente confortável e silencioso e, ainda, evitar as pequenas distrações, como internet e telefone, durante o período.

A indígena Wapichana Ellen Santos, 32 anos, é pedagoga e trabalha na rede municipal de ensino. Formada também em Letras, se inscreveu para o cargo de professor de Língua Portuguesa no concurso da Seed. Inscrita no curso preparatório on-line da Escolegis, ela fala das vantagens de estudar em casa e como tem sido o planejamento até o dia da prova.

 

 “Depois de organizar tudo, a gente se senta e começa. A vantagem de estudar em casa é a otimização do tempo, pois ao invés de pegar um transporte, dirigir até lá, gastar combustível, eu ganho tempo e qualidade no estudo”, comentou. 

 

 

 

Há alguns meses, Ellen prestou um concurso público e se preparou pelos cursos gratuitos da Escolegis. Apesar de não ter logrado êxito, ela afirma que abraçar a nova chance com o apoio da instituição é um diferencial.

“Eu agradeço mais uma vez a oportunidade de participar desse cursinho, pois a gente sabe que cada vez está mais difícil se aperfeiçoar nos estudos e concorrer às vagas.  Ele é acessível, gratuito e vem com a melhor equipe.  Ainda temos acesso 24 horas por dia e com os vídeos vêm as apostilas, tiramos dúvidas e temos o feedback”, comemorou.

 

Preparatório  

O preparatório da Escolegis tem carga de 120 horas e abrange o conteúdo programático comum a todas as áreas do certame (português, redação, raciocínio lógico e legislações). O concurseiro poderá acessar o conteúdo até o dia da prova (20 de março).

As aulas com vídeos, apostilas e fórum de dúvidas estão disponíveis no site escola.al.rr.leg.br/ ou aplicativo “Escola do Legislativo RR”, que pode ser baixado no Google Play, App Store e para smart TV. O acesso é feito por meio do login de usuário (CPF seguido por @escola.al.rr.leg.br) e a senha é composta pelos seis primeiros números do CPF do aluno.

Além do intensivo, a instituição está com aulas disponíveis em dez cursos em educação a distância (EaD) com direito à certificação voltados para o aperfeiçoamento e/ou ingresso no mercado de trabalho: atendimento ao cliente; auxiliar administrativo – Módulo I; auxiliar de departamento pessoal; auxiliar de recursos humanos – Módulo I; educação especial Módulo I; espanhol básico; informática básica; redação oficial; técnicas de recepcionista para clínicas médicas e odontológicas – Módulo I e o de inteligência emocional. Com carga horária entre 12h e 30h, as capacitações vão de 13 a 27 de janeiro, e os interessados puderam se inscrever em até três modalidades.

 

Professor

Com oferta de mil vagas, as inscrições para o concurso público da Secretaria Estadual de Educação para professor da Carreira de Magistério da Educação Indígena seguem até 17 de janeiro. As provas objetivas e discursivas (de caráter eliminatório e classificatório) têm data de aplicação prevista para 20 de março. 

O edital – com cronograma e os conteúdos programáticos entre outras informações – pode ser conferido no site do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan): https://www.idecan.org.br/

Texto: Suellen Gurgel

SupCom ALERR – 14.01.2022

Foto: Jader Souza

Compartilhar

Arquivos

0