Pular para o conteúdo

DURANTE PALESTRA
Escola do Legislativo lança curso com dicas para organizar finanças pessoais

O Plenarinho Valério de Magalhães, da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), se transformou numa grande sala de aula na manhã desta segunda-feira (16). Atentos, alunos do ensino médio da Escola Estadual Lobo D’Almada participaram da palestra “E aí, jovem! Você sabe o que é educação financeira?” Eles receberam orientações da coaching em gestão financeira Odete Lins sobre cronograma de cortes de gastos, mudança de hábitos e estratégias de geração de renda.

 

Transmitido ao vivo pela TV Assembleia (canal 57.3) e Rádio Assembleia (FM 98.3), o encontro foi organizado pela Escolegis (Escola do Legislativo) para promover o Programa Estadual de Educação Financeira nas escolas, instituído por meio da Lei nº 1.428/20, que estimula o interesse das crianças e jovens pelo planejamento de suas finanças.

“Essa lei veio porque comprovadamente aquele adulto que teve informação o quanto antes, se tornou financeiramente mais saudável, pois não adianta dizer para o jovem economizar, é preciso dizer como”, explicou a autora da lei e presidente da Escolegis, deputada Catarina Guerra (União).

 

 

 

Planejamento e renda extra

Para quem quer se educar financeiramente, a palavra-chave é planejamento. O uso consciente do dinheiro é consequência do conhecimento detalhado dos gastos mensais, só assim é possível estabelecer objetivos e cortar despesas. De acordo com a coaching Odete Lins, o adolescente pode começar a economizar com pequenas mudanças diárias.

“Não estamos falando aqui sobre começar a vender roupas de grife, é sobre rever o gasto de água dentro de casa, fazer uma tabela com todos os gastos. Depois de saber quanto se gasta, tentar enxugar 20%. Sair de um ambiente e desligar a luz, otimizar a lavagem de roupa, encontrar a rota mais econômica do carro e combinar com a mãe que 10% desse extra sejam dados ao adolescente”, ressaltou.

 

 

Outro trunfo é criar um quadro dos sonhos e projetos. O importante é traçar um prazo – curto, médio, longo – e descobrir a fonte de geração de riqueza dentro das potencialidades de cada um. E o resultado da economia e dos lucros oriundos da geração de renda extra devem ser usados com parcimônia. “Essa vai ser a hora de investir e reservar parte desse valor para um fundo, que será usado na construção do futuro”, aconselhou a coaching.

A educação financeira antes da vida adulta serve justamente para evitar que os mais jovens caiam na pegadinha do crédito fácil e se endividem. A estudante Ana Valéria Lima, 16 anos, já tem conta bancária e, sem orientação e planejamento, sofreu com juros abusivos do cheque especial. Com as dicas de Odete Lins, ela promete se programar melhor.

 “Com a palestra, eu percebi que posso mudar algumas coisas. Gostei de aprender sobre o crédito, pois eu já o usei e não foi uma boa ideia. Vou usar o plano que ela passou e fazer uma tabela para rever meus gastos”, destacou.

 

 

 

Curso de Educação Financeira

Para os jovens e aqueles que querem melhorar suas finanças, a Escolegis lançou o curso Educação Financeira (EaD). As inscrições começam nesta segunda (16) e seguem até quarta-feira (18) no site inscricoes.escolegisrr.com.br/.

As aulas iniciam no dia 23 de maio. Além de gratuitas, ficam disponíveis na plataforma da instituição por 30 dias. Os concluintes terão direito a certificado (40h).

Texto: Suellen Gurgel

Foto: Marley Lima

SupCom ALERR

Compartilhar

Arquivos

0